segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Nala*

Publicada por Sofia à(s) segunda-feira, novembro 23, 2009
A castanhinha aqui da frente é a Nala, a branca lá atrás é a Lucky


Apesar de nunca teres escrito exclusivamente sobre elas, já lhes fiz algumas referências aqui e aqui.
A Nala é a mais velha, depois veio a Lucky e tornaram-se inseparáveis, assumindo a Nala sempre a posição de chefe. De dominante. Tem um porte esguio e um andar elegante. Nunca ladra,mas quando o faz chega a ser assustadora.
A Lucky é o oposto. Gorducha e com um andar desleixado ladra imenso mas um ladrar muito de 'cadela'.
O que têm em comum é que são ambas uns amores, meigas e obedientes. Deitam-se logo de barriga para o ar, à primeira festa que se lhes dá.

Hoje a Nala faleceu. Andava há uns dias doente, afastada, escondida e hoje morreu. E não tenho nada para dizer sobre isto a não ser que é profundamente injusto e triste.
E como disse a tia do Bruno "Os animais conquistam-nos o coração. A mim mais do que as pessoas." E eu sou muito assim, e quem me conhece sabe disso.
Por isso agora o meu coração está um bocadinho despedaçado.


Nala

10 comentários on "Nala*"

Vespinha on 23 de novembro de 2009 às 23:37 disse...

Até o meu coração ficou apertado, e não conhecia a Nala... Sinto culpa pelo tempo que não passo com a minha Twiggy, e medo do dia em que a perder a ela e a qualquer uma das minhas gatas...

Storyteller on 24 de novembro de 2009 às 01:04 disse...

Não está um pedacinho. Está muito!
Um grande beijo, minha querida!

Estreliña on 25 de novembro de 2009 às 11:04 disse...

:(

Alexandre on 26 de novembro de 2009 às 17:50 disse...

As fotografias estão bonitas! :)
Lamento imenso a perda da Nala e sei que Lucky também vai sentir a sua falta.
Um enorme beijinho.

Mamã e bebé on 28 de novembro de 2009 às 23:27 disse...

Ola minha querida
Consigo imaginar a tua dor, e digo imaginar pois tambem tenho uma cadelinha com 14 anos, que neste momento vive na casa dos meus pais, mas nao deixar de ser minha pois foi como uma irmã que nunca tive, foi a minha companhia durante anos. Neste momento está muito velhinha e com um tumor gigante na barriga, e quando digo gigante nao estou a exagerar... O que me consola é saber que ela pelo menos para já não demonstra estar a sofrer, pois nao chora com dores. Mas já anda muito devagarinho. Contudo noutro dia presentou-nos com uma corrida de doida pela casa fora. Ao ler as tuas palavras nao consegui deixar de me identificar com o facto de também eu achar que ha animais melhores que muitas pessoas.
Deixo-te um beijinho e um xi muitoooo apertadinho. Sei bem que nao ameniza a tua dor... mas acho que neste momento palavras meiguinhas ajudam sempre.
Muitos beijinhos e força

chapeu de sol amarelo on 30 de novembro de 2009 às 14:32 disse...

Tenho pena pela Nala... Os animais realmente ocupam um lugar muito importante nas famílias...

For you on 2 de dezembro de 2009 às 18:59 disse...

Ó, beijinho!

made in ♥ love on 2 de dezembro de 2009 às 23:41 disse...

Apesar de não ter ligação tenho o coração pequenino neste momento... :(

Um beijinho especial
Eduarda
Be in ♥ love

Samarra on 11 de dezembro de 2009 às 09:36 disse...

Com os animais criamos uma relação de amizade muito compolexa. Sei do que falo.
Força Sophie.

Saga on 14 de dezembro de 2009 às 12:04 disse...

Ainda não tinha lido este post e deixou-me boquiaberto porque pensei que era um simples texto a falar da Nala e da Lucky. Quando disseste que a primeira tinha morrido fiquei com pena. Infelizmente, sei o que custa.
Força.

**

Enviar um comentário

Se não gostares do que provaste, podes sempre pôr á borda do prato. De qualquer maneira, deixa a tua dentada!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Nala*

A castanhinha aqui da frente é a Nala, a branca lá atrás é a Lucky


Apesar de nunca teres escrito exclusivamente sobre elas, já lhes fiz algumas referências aqui e aqui.
A Nala é a mais velha, depois veio a Lucky e tornaram-se inseparáveis, assumindo a Nala sempre a posição de chefe. De dominante. Tem um porte esguio e um andar elegante. Nunca ladra,mas quando o faz chega a ser assustadora.
A Lucky é o oposto. Gorducha e com um andar desleixado ladra imenso mas um ladrar muito de 'cadela'.
O que têm em comum é que são ambas uns amores, meigas e obedientes. Deitam-se logo de barriga para o ar, à primeira festa que se lhes dá.

Hoje a Nala faleceu. Andava há uns dias doente, afastada, escondida e hoje morreu. E não tenho nada para dizer sobre isto a não ser que é profundamente injusto e triste.
E como disse a tia do Bruno "Os animais conquistam-nos o coração. A mim mais do que as pessoas." E eu sou muito assim, e quem me conhece sabe disso.
Por isso agora o meu coração está um bocadinho despedaçado.


Nala

10 comentários:

  1. Até o meu coração ficou apertado, e não conhecia a Nala... Sinto culpa pelo tempo que não passo com a minha Twiggy, e medo do dia em que a perder a ela e a qualquer uma das minhas gatas...

    ResponderEliminar
  2. Não está um pedacinho. Está muito!
    Um grande beijo, minha querida!

    ResponderEliminar
  3. As fotografias estão bonitas! :)
    Lamento imenso a perda da Nala e sei que Lucky também vai sentir a sua falta.
    Um enorme beijinho.

    ResponderEliminar
  4. Ola minha querida
    Consigo imaginar a tua dor, e digo imaginar pois tambem tenho uma cadelinha com 14 anos, que neste momento vive na casa dos meus pais, mas nao deixar de ser minha pois foi como uma irmã que nunca tive, foi a minha companhia durante anos. Neste momento está muito velhinha e com um tumor gigante na barriga, e quando digo gigante nao estou a exagerar... O que me consola é saber que ela pelo menos para já não demonstra estar a sofrer, pois nao chora com dores. Mas já anda muito devagarinho. Contudo noutro dia presentou-nos com uma corrida de doida pela casa fora. Ao ler as tuas palavras nao consegui deixar de me identificar com o facto de também eu achar que ha animais melhores que muitas pessoas.
    Deixo-te um beijinho e um xi muitoooo apertadinho. Sei bem que nao ameniza a tua dor... mas acho que neste momento palavras meiguinhas ajudam sempre.
    Muitos beijinhos e força

    ResponderEliminar
  5. Tenho pena pela Nala... Os animais realmente ocupam um lugar muito importante nas famílias...

    ResponderEliminar
  6. Apesar de não ter ligação tenho o coração pequenino neste momento... :(

    Um beijinho especial
    Eduarda
    Be in ♥ love

    ResponderEliminar
  7. Com os animais criamos uma relação de amizade muito compolexa. Sei do que falo.
    Força Sophie.

    ResponderEliminar
  8. Ainda não tinha lido este post e deixou-me boquiaberto porque pensei que era um simples texto a falar da Nala e da Lucky. Quando disseste que a primeira tinha morrido fiquei com pena. Infelizmente, sei o que custa.
    Força.

    **

    ResponderEliminar

Se não gostares do que provaste, podes sempre pôr á borda do prato. De qualquer maneira, deixa a tua dentada!

 

Light Cupcakes Copyright 2009 Sweet Cupcake Designed by Ipiet Templates Image by Tadpole's Notez