terça-feira, 17 de novembro de 2009

I Love you 'till the end

Publicada por Sofia à(s) terça-feira, novembro 17, 2009

Nunca deu certo com os outros. Nem podia dar, senão hoje não estávamos aqui. Já ambos tínhamos sofrido a nossa quota parte de desgostos e desilusões, e apesar de nos conhecermos há anos, foi num timming perfeito que fomos comer aquele gelado.
Ambos íamos sem segundas intenções, e ainda hoje não sei explicar o que aconteceu, para de repente querer ser mais do que tua amiga. Ainda hoje não consigo explicar a felicidade quase infantil, que senti na tua mensagem quando dizias que "quase que tinhas saudades minhas". Acho que foi, e tu sabe-lo bem, o facto de te teres feito de difícil que me fez querer-te ainda mais. Pela primeira vez tinha ali alguém por quem tinha de lutar, com quem não era garantido.
Hoje agradeço-te por isso. Pela luta. Se não tivesses sido assim, provavelmente terias sido só mais um capítulo do livro: 'Sofia, a solteira que desistiu dos homens'.
Contigo deixei cair todos os muros á minha volta, que demorei tanto tempo a construir.
E depois, quando pela primeira vez, vi a minha escova de dentes perto da tua pensei, 'Ok, este era para mim o passo mais difícil, o primeiro. Agora é desfrutar'
Mentira. O mais complicado foi depois. Aprender a viver a dois. Saber que ias estar sempre ali, mesmo naqueles dias em que apetecia estar sozinha. Mas isso também foi o melhor. Saber que ias estar sempre ali.
Nestes anos juntos já passámos por tanta coisa, e da maneira mais sincera possível digo-te, mesmo que seja um cliché, que não imagino mesmo a minha vida sem ti.
Não és o namorado perfeito,até porque isso não existe. És insuportável quando queres. E hiperactivo, o que me tira do sério por vezes (ok, muitas vezes) quando tocas uma bateria imaginária ou quando abanas a perna como se fosses desmontável.
Mas a maior parte das vezes és ideal para mim. Romântico q.b. (muito não, que eu enjoo), incrivelmente divertido, giro (e sem acreditar que o és, o que ainda é melhor) e tão inteligente que até assusta. E tens imensa paciência para os meus desastres, e fazes sempre aquela cara neutra enquanto dizes calmamente "Sofia, o que é que tu fizeste?"
Hoje em dia não trocava a nossa vida a dois nem por todo o dinheiro do mundo. Nada me deixa mais feliz do que ver-te todos os dias quando acordo e antes de dormir. E não há maneira melhor de adormecer do que no teu colinho.
E para não dizeres que eu não sou meiguinha, digo-te aqui e digo-te onde e quando tu quiseres:
I Love 'till the end.

8 comentários on "I Love you 'till the end"

Fada on 17 de novembro de 2009 às 23:45 disse...

Pronto, agora deixas-me de lagrimas nos olhos, toda embevecida a olhar para vocês.

:)

Obrigada por mostrares que o Amor existe. É sempre bom (re)lembrar! :D

Felicidades aos dois! :)

Beijos

Rosa Negra on 17 de novembro de 2009 às 23:58 disse...

Depois de uma declaração de amor ao cachorro fofo, nada melhor que esta declaração :))
(estás a ficar soft ;P)

Nuno on 18 de novembro de 2009 às 13:05 disse...

Que bonito! :)

Estreliña on 19 de novembro de 2009 às 01:42 disse...

Olha lá... isto foi inspirado dps da nossa conversa? Hã, diz lá ó sr pseudo casada!

LOL

beijo

Caranguejo on 19 de novembro de 2009 às 02:38 disse...

Nem sei o que dizer depois de ler uma declaração de Amor assim a não ser que fico sempre feliz por ver as pessoas de quem gosto bem e felizes como é o teu caso. O Amor existe sim tem que é ser regado todos os dias e com adubos destes não há nada que não floresça…Ok vou acabar com as alusões agrícolas :).

Beijinhos and keep on going

Carla on 19 de novembro de 2009 às 16:49 disse...

Aqui disseste tudo! Uma relação não é um mar de rosas e não há relações perfeitas nem pessoas perfeitas. Simplesmente há o amor, o respeito, o carinho... Felicidades para vocês :)

Kami on 21 de novembro de 2009 às 01:07 disse...

ADORO posts que me fazem acreditar nas coisas importantes, por serem mesmo sinceros! Obrigada! E parabéns por conseguires ser feliz, sem pôr tudo em causa! Ser feliz, porque és de facto feliz!

chapeu de sol amarelo on 30 de novembro de 2009 às 14:35 disse...

Felicidades :-)

Enviar um comentário

Se não gostares do que provaste, podes sempre pôr á borda do prato. De qualquer maneira, deixa a tua dentada!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

I Love you 'till the end


Nunca deu certo com os outros. Nem podia dar, senão hoje não estávamos aqui. Já ambos tínhamos sofrido a nossa quota parte de desgostos e desilusões, e apesar de nos conhecermos há anos, foi num timming perfeito que fomos comer aquele gelado.
Ambos íamos sem segundas intenções, e ainda hoje não sei explicar o que aconteceu, para de repente querer ser mais do que tua amiga. Ainda hoje não consigo explicar a felicidade quase infantil, que senti na tua mensagem quando dizias que "quase que tinhas saudades minhas". Acho que foi, e tu sabe-lo bem, o facto de te teres feito de difícil que me fez querer-te ainda mais. Pela primeira vez tinha ali alguém por quem tinha de lutar, com quem não era garantido.
Hoje agradeço-te por isso. Pela luta. Se não tivesses sido assim, provavelmente terias sido só mais um capítulo do livro: 'Sofia, a solteira que desistiu dos homens'.
Contigo deixei cair todos os muros á minha volta, que demorei tanto tempo a construir.
E depois, quando pela primeira vez, vi a minha escova de dentes perto da tua pensei, 'Ok, este era para mim o passo mais difícil, o primeiro. Agora é desfrutar'
Mentira. O mais complicado foi depois. Aprender a viver a dois. Saber que ias estar sempre ali, mesmo naqueles dias em que apetecia estar sozinha. Mas isso também foi o melhor. Saber que ias estar sempre ali.
Nestes anos juntos já passámos por tanta coisa, e da maneira mais sincera possível digo-te, mesmo que seja um cliché, que não imagino mesmo a minha vida sem ti.
Não és o namorado perfeito,até porque isso não existe. És insuportável quando queres. E hiperactivo, o que me tira do sério por vezes (ok, muitas vezes) quando tocas uma bateria imaginária ou quando abanas a perna como se fosses desmontável.
Mas a maior parte das vezes és ideal para mim. Romântico q.b. (muito não, que eu enjoo), incrivelmente divertido, giro (e sem acreditar que o és, o que ainda é melhor) e tão inteligente que até assusta. E tens imensa paciência para os meus desastres, e fazes sempre aquela cara neutra enquanto dizes calmamente "Sofia, o que é que tu fizeste?"
Hoje em dia não trocava a nossa vida a dois nem por todo o dinheiro do mundo. Nada me deixa mais feliz do que ver-te todos os dias quando acordo e antes de dormir. E não há maneira melhor de adormecer do que no teu colinho.
E para não dizeres que eu não sou meiguinha, digo-te aqui e digo-te onde e quando tu quiseres:
I Love 'till the end.

8 comentários:

  1. Pronto, agora deixas-me de lagrimas nos olhos, toda embevecida a olhar para vocês.

    :)

    Obrigada por mostrares que o Amor existe. É sempre bom (re)lembrar! :D

    Felicidades aos dois! :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Depois de uma declaração de amor ao cachorro fofo, nada melhor que esta declaração :))
    (estás a ficar soft ;P)

    ResponderEliminar
  3. Olha lá... isto foi inspirado dps da nossa conversa? Hã, diz lá ó sr pseudo casada!

    LOL

    beijo

    ResponderEliminar
  4. Nem sei o que dizer depois de ler uma declaração de Amor assim a não ser que fico sempre feliz por ver as pessoas de quem gosto bem e felizes como é o teu caso. O Amor existe sim tem que é ser regado todos os dias e com adubos destes não há nada que não floresça…Ok vou acabar com as alusões agrícolas :).

    Beijinhos and keep on going

    ResponderEliminar
  5. Aqui disseste tudo! Uma relação não é um mar de rosas e não há relações perfeitas nem pessoas perfeitas. Simplesmente há o amor, o respeito, o carinho... Felicidades para vocês :)

    ResponderEliminar
  6. ADORO posts que me fazem acreditar nas coisas importantes, por serem mesmo sinceros! Obrigada! E parabéns por conseguires ser feliz, sem pôr tudo em causa! Ser feliz, porque és de facto feliz!

    ResponderEliminar

Se não gostares do que provaste, podes sempre pôr á borda do prato. De qualquer maneira, deixa a tua dentada!

 

Light Cupcakes Copyright 2009 Sweet Cupcake Designed by Ipiet Templates Image by Tadpole's Notez