domingo, 1 de março de 2009

R.M.R.

Publicada por Sofia à(s) domingo, março 01, 2009


"...Tira-me a luz dos olhos - continuarei a ver-te
Tapa-me os ouvidos - continuarei a ouvir-te
E, mesmo sem pés, posso caminhar para ti
E, mesmo sem boca, posso chamar por ti.
Arranca-me os braços e tocar-te-ei com o meu coração como se fora com as mãos...
Despedaça-me o coração - e o meu cérebro baterá
E, mesmo que faças do meu cérebro uma fogueira,
Continuarei a trazer-te no meu sangue..."

R.M.Rilke. (para Lou Andreas Salomé) em Correspondência Amorosa.

Não há muito a dizer. Pessoalmente não sou grande apreciadora de poesia. Este sim, é merecedor do meu tempo. A lê-lo e a procurá-lo. Não encontro este livro á venda em lado nenhum.

8 comentários on "R.M.R."

Fada on 1 de março de 2009 às 09:47 disse...

Muito bonito, sim senhora...

Despertaste-me para um outro autos, que um dia destes também publico... :)

Beijinhos e Bom Domingo!

PS - Já estás acordada ou ainda não dormiste!!??

Martina on 1 de março de 2009 às 13:49 disse...

É lindo esse poema do Rainer Rilke.
Demonstra o profundo amor, é mesmo perfeito, amo. *_*

Beijocas ^^

Rodrigo on 1 de março de 2009 às 20:09 disse...

olá! não achei grande piada, poesia já tive que levar com o Pessoa e fiquei bem farto. só consigo achar graça Camões, pelos factos históricos :P

caranguejo on 1 de março de 2009 às 23:44 disse...

Hello:

Não conhecia, mas é bem interesante...

Beijinhos

Queen Butterfly on 2 de março de 2009 às 16:23 disse...

Vale bem a procura. Tb não conhecia mas gostei, um poema que merece ser lido e relido! Gostei do teu blog! Bjs

Bloguótico on 2 de março de 2009 às 18:40 disse...

Sem querer dar aso a interpretações erradas, enknt lia este teu post lembrei-me dakela publicidade do Azeite Galo a cantar desde mil e troca o passo! Pode tirar-se tudo, menos o azeite: "tirem-me tudo, mas não me tirem o sabor do Azeite Galo"! lool

Knt ao post em si, akilo é k é persistência, ah?! Ou talvez teimosia! ;)

Ninja! on 3 de março de 2009 às 02:18 disse...

Não sou grande apreciador de poesia, mas o gajo sabe o que diz...

pérola on 4 de março de 2009 às 11:33 disse...

Olá Sophie!
Obrigada pelo comentário e pelo apoio!
Sabe muito bem receber energias positivas :)
Ao contrário de ti, eu sou apreciadora de poesia, mas não conhecia este autor e devo dizer que gostei muito do poema, é lindo.
Beijinhos para ti!

Enviar um comentário

Se não gostares do que provaste, podes sempre pôr á borda do prato. De qualquer maneira, deixa a tua dentada!

domingo, 1 de março de 2009

R.M.R.



"...Tira-me a luz dos olhos - continuarei a ver-te
Tapa-me os ouvidos - continuarei a ouvir-te
E, mesmo sem pés, posso caminhar para ti
E, mesmo sem boca, posso chamar por ti.
Arranca-me os braços e tocar-te-ei com o meu coração como se fora com as mãos...
Despedaça-me o coração - e o meu cérebro baterá
E, mesmo que faças do meu cérebro uma fogueira,
Continuarei a trazer-te no meu sangue..."

R.M.Rilke. (para Lou Andreas Salomé) em Correspondência Amorosa.

Não há muito a dizer. Pessoalmente não sou grande apreciadora de poesia. Este sim, é merecedor do meu tempo. A lê-lo e a procurá-lo. Não encontro este livro á venda em lado nenhum.

8 comentários:

  1. Muito bonito, sim senhora...

    Despertaste-me para um outro autos, que um dia destes também publico... :)

    Beijinhos e Bom Domingo!

    PS - Já estás acordada ou ainda não dormiste!!??

    ResponderEliminar
  2. É lindo esse poema do Rainer Rilke.
    Demonstra o profundo amor, é mesmo perfeito, amo. *_*

    Beijocas ^^

    ResponderEliminar
  3. olá! não achei grande piada, poesia já tive que levar com o Pessoa e fiquei bem farto. só consigo achar graça Camões, pelos factos históricos :P

    ResponderEliminar
  4. Hello:

    Não conhecia, mas é bem interesante...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Vale bem a procura. Tb não conhecia mas gostei, um poema que merece ser lido e relido! Gostei do teu blog! Bjs

    ResponderEliminar
  6. Sem querer dar aso a interpretações erradas, enknt lia este teu post lembrei-me dakela publicidade do Azeite Galo a cantar desde mil e troca o passo! Pode tirar-se tudo, menos o azeite: "tirem-me tudo, mas não me tirem o sabor do Azeite Galo"! lool

    Knt ao post em si, akilo é k é persistência, ah?! Ou talvez teimosia! ;)

    ResponderEliminar
  7. Não sou grande apreciador de poesia, mas o gajo sabe o que diz...

    ResponderEliminar
  8. Olá Sophie!
    Obrigada pelo comentário e pelo apoio!
    Sabe muito bem receber energias positivas :)
    Ao contrário de ti, eu sou apreciadora de poesia, mas não conhecia este autor e devo dizer que gostei muito do poema, é lindo.
    Beijinhos para ti!

    ResponderEliminar

Se não gostares do que provaste, podes sempre pôr á borda do prato. De qualquer maneira, deixa a tua dentada!

 

Light Cupcakes Copyright 2009 Sweet Cupcake Designed by Ipiet Templates Image by Tadpole's Notez